Educação midiática é destaque de novo programa em canal de TV e internet

“Idade Mídia”, no Canal Futura, fala de ética digital e auxilia até na inserção do tema para o currículo pedagógico

Diante de um mundo hiperconectado, a educação midiática se torna cada vez mais fundamental para que crianças, jovens (e adultos) saibam viver em equilíbrio e responsabilidade com as conexões e informações que recebem e divulgam. O programa Idade Mídia, que estreia nesta segunda-feira, 13, às 21h30, no Canal Futura, busca, justamente, trazer luz a tais questões.

Em 13 episódios, o programa aborda identificação de fake news, ética digital, uso de games como recursos para a aprendizagem e até como inserir a educação midiática na sala de aula visando dialogar com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). O Projeto Âncora, Escola Avenues e a plataforma digital Colab são iniciativas pedagógicas inovadoras que também recebem destaque.

Leia: As diferenças entre fake news, pós-verdade, deepfakes e o papel da escola

educação midiática programa

Foto: reprodução Canal Futura

Responsabilidade social

Alexandre Sayad, jornalista, educador, chairman da aliança mundial da Unesco para educação midiática (GAPMIL), membro do conselho consultivo do programa Educamídia e colunista da Educação, é o apresentador do Idade Mídia, cujos episódios ficarão disponíveis gratuitamente no Futura Play.

Na estreia, Sayad conversa com a psicanalista Vera Iaconelli sobre como a família pode explorar a leitura de mídia em casa e há a apresentação do projeto Imprensa Jovem, criado em 2005 e desenvolvido pelo Núcleo de Educomunicação da Secretaria Municipal de São Paulo.

Assista:

Entrevista com José Pacheco: por um outro olhar na educação

Envie um comentário

Your email address will not be published.