NOTÍCIA

Conhecimento

Inscrições abertas para prêmio de 1,5 milhão a estudantes, professores e empreendedores

Com o intuito de reconhecer e iluminar práticas inovadoras na educação brasileira, o Prêmio do Movimento LED – Luz na Educação, está de volta e até 7 de novembro, os interessados poderão se inscrever para participar do movimento. Como novidade, a 2ª edição da premiação […]

Publicado em 18/10/2022

por Redação revista Educação

Com o intuito de reconhecer e iluminar práticas inovadoras na educação brasileira, o Prêmio do Movimento LED – Luz na Educação, está de volta e até 7 de novembro, os interessados poderão se inscrever para participar do movimento. Como novidade, a 2ª edição da premiação apresenta novas categorias: ‘Estudantes’, ‘Educadores’ e ‘Empreendedores, Criadores e Organizações inovadoras’, o que permite que diferentes perfis concorram ao prêmio. Os projetos disruptivos de educação básica podem ser vinculados à educação infantil, ensino fundamental 1 e 2, ensino médio e/ou educação de jovens e adultos (EJA), educação profissional/técnica e educação não formal.

O valor total da premiação será de R$ 1,5 milhão, sendo R$ 1,2 milhão dividido entre os seis vencedores da 2ª edição do prêmio e R$ 300 mil para o Desafio LED – Me dá uma luz aí!, destinado a jovens estudantes, com previsão para acontecer no primeiro semestre de 2023. As inscrições para a premiação podem ser realizadas no site www.movimentoled.com.br.


Leia: Escolas públicas brasileiras em prêmio internacional


Etapas do Movimento LED

Os critérios de qualificação das iniciativas se baseiam em quatro principais pilares que se aderem à lógica do Prêmio: inovação, impacto, escala e replicabilidade e rigor metodológico. Todos os projetos semifinalistas são avaliados pela ponteAponte – empresa especializada em desenvolvimento de editais de impacto social e parceira técnica do Movimento LED. Na sequência, os selecionados seguem para uma entrevista com um comitê técnico e pareceristas altamente comprometidos com a educação. A PwC, empresa focada em qualidade, independência, transparência e metodologia avançada, também está junto com o Movimento LED e vai fazer a auditoria de todas as etapas do processo de seleção.

E para reverberar ainda mais a abertura das inscrições e seu edital, um filme criado especialmente para esse momento será veiculado no intervalo das programações da TV Globo e canais por assinatura da empresa. O compositor carioca Carlos Cardoso Farias, mais conhecido como MC Estudante, foi convidado para compor e interpretar, junto com a MC Soffia, a música da peça. Em um harmonioso jogo de palavras e rimas, a mensagem fala que pessoas com iniciativas na área da educação são bem-vindas para inscrever seus projetos no prêmio, basta ser maior de 18 anos. As redes sociais da Globo e Fundação Roberto Marinho também embarcam na campanha com informações sobre a iniciativa, ampliando a voz do Movimento LED. 


Leia: Conceição Evaristo: minha primeira professora negra foi só no doutorado


Movimento LED
Ator Rômulo Estrela entrega prêmio em Campina Grande, Paraíba, ao projeto ‘Desengaveta meu texto’, um dos vencedores da 1ª edição
Foto: Laís Dantas/Globo

Vencedores da 1ª edição

O Prêmio tem o propósito de mapear, reconhecer, amplificar, disseminar e iluminar as práticas inovadoras que estão potencializando o futuro da educação no Brasil. A primeira edição recebeu mais de 3.400 inscrições e foram reconhecidos em R$ 200 mil cada um dos seis projetos brasileiros selecionados. Iniciativas de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Pernambuco e Paraíba se tornaram conhecidas do grande público através do programa Especial LED Luz na Educação, veiculado na TV Globo, no último mês de junho, e disponível no Globoplay (clique aqui para assistir). Os vencedores e finalistas do Prêmio do Movimento LED se tornaram embaixadores do LED e as metodologias dos seus trabalhos podem ser conhecidas através do site comunidade.led.globo

O Movimento LED – Luz na Educação está em linha com um dos compromissos assumidos publicamente pela Globo, recentemente, com a agenda ESG. O projeto é uma iniciativa da Globo e da Fundação Roberto Marinho em parceria com Atlas da Juventude, CIEB (Centro de Inovação para a Educação Brasileira), ITS (Instituto de Tecnologia e Sociedade do Rio), OEI (Organização de Estados Ibero-americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura), Porto Digital, Unesco, Unicef, Todos pela Educação, Vale do Dendê, além de apoio institucional do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e Undime (União dos Dirigentes Municipais de Educação).

Para mais informações sobre o edital, acesse www.movimentoled.com.br.

Saiba mais sobre os vencedores da 1ª edição:

Autor

Redação revista Educação


Leia Conhecimento

PNLD

Bibliotecas públicas e comunitárias serão atendidas pelo PNLD

+ Mais Informações
aprendizado

Proporcionar estratégias variadas favorece o aprendizado

+ Mais Informações
Samsung Innovation Campus

Samsung Innovation Campus prepara estudantes para o mercado de trabalho

+ Mais Informações
Rio Grande do Sul como doar

SOS Rio Grande do Sul: como doar para instituições educacionais

+ Mais Informações

Mapa do Site