Das escolas privadas de educação básica, 12% são filantrópicas. No ensino superior chegam a 11%

Informações constam na pesquisa do Fonif (Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas)

Das escolas privadas de educação básica, 4 mil 961 são filantrópicas (12% da rede particular), aponta a pesquisa realizada em 2020 pelo Fonif (Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas). São creches, educação infantil, fundamental e médio. Os dados foram extraídos do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira). No ensino superior, são 286 instituições filantrópicas, que formam 11% do total.

———

Leia: Educação pública: parcerias de estados e não de governos

———

Em 2020, o Censo Escolar apontou matrículas de 1.569.315 crianças, 18% do total de alunos da rede privada. No ensino superior foram 990.563 estudantes, significando 12% do total. Segundo o Fonif, foram beneficiados 778 mil alunos, sendo 51 mil sem qualquer pagamento. E houve distribuição de 304 mil bolsas de estudo na educação básica.

filantrópicas
Conjunto Educacional Boa Vontade na capital paulista
Foto:
reprodução

No ensino superior, mais de 420 mil alunos estavam matriculados em 2019 por meio de bolsas de estudos oferecidas pela instituição e pelo ProUni (Programa Universidade para Todos). Segundo o mesmo estudo, a nota média dos alunos foi 17% maior (índice de 1,17) que os demais da educação básica. No ensino superior os estudantes das filantrópicas ficaram 3% abaixo.

O Fonif informa que o cálculo da contrapartida na área de educação considera o retorno total do valor da prestação de serviços das instituições na comparação com a imunidade tributária. No caso, o retorno foi de 19 bilhões de reais – quase cinco vezes maior que a imunidade tributária de 4 bilhões. 

Leia também:

Globo premiará em R$1,2 milhão projetos nacionais voltados à educação

Centro Brasileiro de Pesquisa Aplicada à Primeira Infância é lançado

Envie um comentário

Your email address will not be published.