Ficção inspirada em modernistas inaugura o selo Cambalache

Embalado por espírito de invenção oswaldiano, romance navega por vários gêneros, dos quadrinhos ao teatro

1931. Oswald de Andrade e Patrícia Galvão acabam de ter seu jornal destruído por estudantes de São Paulo e agora fazem uma turnê de palestras pelas capitais do Nordeste brasileiro. Mas uma ameaça espera por eles nas terras em que vivem Graciliano Ramos, Jorge de Lima, Rachel de Queiroz, Aurélio Buarque de Holanda e José Lins do Rego. Vamos matar Oswald chega pela recém-lançada editora Cambaleche promove um encontro nunca ocorrido entre grandes nomes da cultura brasileira para compor uma rapsódia habitada por oligarcas, bacharéis e jagunços, em que escritores e artistas precisaram superar ambientes inóspitos para desafiar os valores estéticos de seu tempo.

———

Leia: Formar novos leitores para entenderem a si e ao mundo

———

O lançamento do livro Vamos matar Oswald ocorrerá em 6 de julho, às 19h, no restaurante Canto Madalena (R. Medeiros de Albuquerque, 471), Vila Madalena, em São Paulo.

O autor Luiz Costa Pereira Junior é escritor, jornalista e doutor em filosofia e educação pela USP. Criador e editor da revista Língua Portuguesa (Segmento, 2005-15), é autor de Com a língua de fora (Angra, 2002), entre outras obras de não ficção. Vamos matar Oswald é seu primeiro romance.

Oswald
Ilustração de Antonio Peticov, multiartista e criador do mural Momento Antropofágico com Oswald de Andrade (1990). O posfácio é de Manuel da Costa Pinto, crítico literário e organizador do Diário Confessional (2022), de Oswald de Andrade

Assista também:

Envie um comentário

Your email address will not be published.