A cultura e sua importância na educação bilíngue

Vamos falar de cultura e sua relação com a aprendizagem de línguas? Quais são os sentidos de ‘cultura’ quando ensinamos línguas? O head acadêmico da Cultura Inglesa, Marcelo Dalpino, responderá esta e outras questões no painel “Cultura como verbo na educação plurilíngue: vivências, formas e histórias”, que ocorre no dia 11 de agosto, às 18h25, no evento Grande Encontro da Educação.

“Erramos quando pensamos em cultura como um artefato dissociado da língua. A língua só é língua, com todas as suas variedades e variações, porque é parte da cultura. E as culturas e comportamentos variam! É por isso que a cultura deve ser componente do ensino de línguas”, afirma Dalpino.

Mas como podemos levar esse conceito de cultura como verbo e ação para dentro da sala de aula?

Por meio de vivências culturais. É o que propõe a Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa.

Com ela, em vez de dar uma aula de língua, o professor aborda cultura(s) na sala de aula. É o caso, por exemplo, de ensinar sobre costumes diversos e sua relação com as ‘verdades’ ou ‘pontos de vista’ que temos no mundo plural e diverso.

Confira abaixo como a Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa trabalha, em cada fase escolar, o tripé língua, conteúdo e cultura.

A Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa na educação infantil

A proposta pedagógica da Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa, ao longo dos três primeiros anos do ensino infantil, oferece aos alunos uma experiência que visa à formação humana de forma integral. Dessa forma, o aprendizado da língua inglesa compõe, junto com as demais experiências das crianças durante essa fase escolar, vivências diversificadas e significativas para que o seu repertório seja constantemente reconstruído e ampliado.

Neste segmento, é propiciada uma aprendizagem por interações diversas, privilegiando, em um primeiro momento, o contato com a língua inglesa em contextos familiares às crianças, como, por exemplo, em contação de história, por meio de músicas, cantigas e rimas, ou ainda por meio de brincadeiras e jogos educativos.

A partir de uma abordagem CLIL (Content and Language Integrated Learning), as crianças são expostas a conceitos que permeiam diversas áreas do conhecimento, como artes, matemática, ciências, história e linguagens, tudo em inglês. Dessa forma, o idioma torna-se o meio pelo qual conteúdos são abordados e a comunicação é construída progressivamente.

Os direitos da aprendizagem que fundamentam a BNCC – conviver, brincar, participar, explorar, expressar e conhecer-se – permeiam as premissas de elaboração das atividades propostas nas sequências didáticas. Por sua vez, estas consideram e encorajam o desenvolvimento infantil por meio das interações e brincadeiras que têm como objetivo final a construção de uma aprendizagem holística.

educação plurilíngue  Cultura Inglesa

A Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa nos anos iniciais do ensino fundamental

A proposta pedagógica para os anos iniciais do ensino fundamental oferece uma experiência ao aluno EM inglês e não DE inglês. Sendo assim, o processo de aprendizagem da língua adicional é vista como uma ferramenta para a construção de novos saberes, aproveitando as vivências da criança e construindo, por meio das interações, de forma progressiva, novos conceitos, novas formas de se ver e viver no mundo (VYGOTSKY, [1930] 2007).

Este processo de mediação da aprendizagem é permeado pela abordagem CLIL (Content and Language Integrated Learning), que permite o ensino/aprendizagem de conteúdos por meio de uma língua adicional (MARSH, 2008). A partir desta premissa, sequências didáticas foram organizadas utilizando um material com curadoria exclusiva Cultura Inglesa, que abrange diferentes áreas do conhecimento – a saber, música, ciências sociais e ciências naturais para os 1º e 2º anos; e ciências sociais e ciências naturais para os 3º, 4º e 5º anos.

Como o trabalho em inglês é feito por meio de temas e conteúdos em diferentes áreas do conhecimento, são criadas oportunidades de ligações e conexões entre a língua inglesa e habilidades específicas de algumas destas áreas, promovendo um trabalho interdisciplinar e favorecendo a experiência da criança ao longo dos anos iniciais do Ensino Fundamental.

A Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa nos anos finais do ensino fundamental

Ao longo dos anos finais do ensino fundamental, a oferta visa ao ensino da língua inglesa tendo como pano de fundo contextos significativos para os alunos e o papel da aprendizagem como propulsora do seu desenvolvimento humano. Dentro de uma proposta de trabalho com aulas práticas (enfoque na vivência do idioma) e projetos integrados, os estudantes são apresentados a situações que os ajudam a construir competências e habilidades necessárias para o uso efetivo da língua.

A exposição ao conteúdo e o fomento de trabalhos colaborativos e discussões têm como foco permitir que o aluno utilize a língua inglesa como meio para uma compreensão mais ampla do mundo ao seu redor, desenvolvendo, assim, algumas das competências-chave para o século 21.

Alinhadas com os eixos propostos pela BNCC na área de língua inglesa, as aulas trabalham com as quatro habilidades da língua: compreensão auditiva, oralidade, leitura e escrita, por meio de situações e temas que conversam com os alunos, em um diálogo permeado por discussões culturais, que não podem ser desvinculados do aprendizado da língua.

A Plataforma Bilíngue Cultura Inglesa no ensino médio

A proposta pedagógica para o ensino médio tem como objetivo promover o uso da língua inglesa a partir de vivências colaborativas em contextos significativos. Nessa fase, a aprendizagem tem como base temas relevantes e multiculturais e visa ao desenvolvimento da autonomia e do pensamento crítico. Os alunos terão a oportunidade de interagir com diversos tipos de linguagens, discursos, estilos e abordagens para que, dessa forma, seja possível a formação de sujeitos crítico-reflexivos que possam transitar entre assuntos comuns, diversificados e relacionados ao futuro de suas carreiras acadêmicas e profissionais.

Leia também

A quem interessa a morte da escola?

Envie um comentário

Your email address will not be published.