COLUNISTAS:

Colunista

Ricardo Tavares

Ricardo Tavares é diretor-geral da FTD Educação

A jornada dos professores em 2024 começa pelos cuidados com a saúde mental 

Lidar com as emoções, combater o estresse e gerenciar conflitos no ambiente escolar são questões cruciais para os educadores

Saude-mental_professores-em-2024 Foto: shutterstock

Estamos diante de um novo ciclo do ano escolar, com todos os desafios e possibilidades colocadas à nossa frente, esperando as nossas tomadas de decisão. As mudanças acontecem ao nosso redor o tempo todo. Seja no clima do planeta, com episódios cada vez extremos, passando por conflitos, instabilidades sociais e políticas, revoluções tecnológicas, novos modelos de trabalho e de relações interpessoais. E num mundo globalizado o que acontece no Equador, no Japão ou na cidade vizinha nos afeta direta ou indiretamente. 


Leia também

Professores: saúde mental fragilizada e a desvalorização como regra

Emoções e autoconhecimento dentro do currículo


A bagagem física e emocional segue pesada e continua impactando especialmente os profissionais que atuam na área da educação. É o que mostra uma pesquisa realizada pela FTD Educação com 978 respondentes entre professores e coordenadores de escolas privadas e públicas de todo país, entre os dias 14 de agosto e 1º de setembro de 2023, que acaba de ser divulgada.  

O levantamento evidencia que, pelo segundo ano consecutivo, a preocupação com a saúde mental e o socioemocional dos professores lidera o ranking de temas mais relevantes e urgentes. Por conta dessa alta demanda, tais pautas serão abordados na Jornada Pedagógica, evento de formação oferecido gratuitamente pela FTD para milhares de professores no primeiro trimestre de 2024.

Lidar com as emoções e combater o estresse são questões cruciais apontadas por quase 58% dos ouvidos. Os aspectos mais mencionados pelos participantes incluem a inteligência emocional para educadores, saúde emocional e o gerenciamento de conflitos em sala de aula e no ambiente escolar. 

Além da saúde mental dos professores, a pesquisa apontou outras preocupações significativas. “Práticas pedagógicas” e “Diversidade e Inclusão” ocupam, respectivamente, o segundo e terceiro lugares nas prioridades dos educadores, com 53,7% e 49,5% das indicações. Esses resultados demonstram a complexidade do ambiente educacional contemporâneo e a necessidade de abordagens inclusivas e inovadoras.

Além de apoiar os professores na busca por formação, os gestores escolares, as empresas de soluções educacionais e os governos devem propor e oferecer outros recursos para ajudar os professores a lidar com os desafios socioemocionais. 

Entre eles: adoção de programas regulares de desenvolvimento emocional; apoio psicológico e mediação em conflitos; promoção de ambientes colaborativos, acolhedores e mais saudáveis; flexibilidade e adaptabilidade nas demandas profissionais; capacitação para lidar com desafios emocionais; integração de estratégias de saúde mental, entre outros. 

É evidente que a demanda por ferramentas e estratégias de enfrentamento dos desafios emocionais no ambiente escolar está em ascensão. A pesquisa destaca a necessidade de abordar esse tema com seriedade, reconhecendo-o como um fator crucial e prioritário para o bem-estar dos educadores e, por consequência, para a qualidade do ensino.

Instabilidade, grandes transformações e mudanças são uma constante do nosso dia a dia. Portanto, a dimensão socioemocional dos dirigentes, gestores e profissionais que compõe o ecossistema da educação deve estar na agenda de todos com ações concretas para lidar com seus impactos. 

Feliz 2024 para todos!



Revista Educação: referência há 28 anos em reportagens jornalísticas e artigos exclusivos para profissionais da educação básica



Escute nosso episódio de podcast:

Por: Ricardo Tavares | 23/01/2024


Leia mais

Estudo

Novamente os índices de insucesso escolar

+ Mais Informações
diretrizes-tecnologia

Como fazer a integração da tecnologia digital na sala de aula

+ Mais Informações
educação pública_Damaris Silva

Histórias da educação pública que inspiram e transformam

+ Mais Informações
jovens-nem-nem_2

País precisa olhar para os jovens nem-nem

+ Mais Informações

Mapa do Site