Prêmio para quem enfrenta a evasão escolar

Secretarias de Educação, escolas e organizações estudantis têm até 7 de março para se inscreverem em premiação do Instituto Unibanco com o Geledés

O Prêmio estratégias de equidade no enfrentamento à evasão escolar: implicações da covid-19 para a permanência na educação básica busca mapear e divulgar boas práticas de combate à evasão escolar para ampliar repertório e estratégias da gestão educacional, gestão escolar e de organizações estudantis. Inscrições vão até 7 de março e são voltadas às secretarias de Educação, escolas e organizações estudantis que realizam ações estratégicas de retorno e reinserção de crianças e adolescentes nas escolas.

Leia: 20% das crianças estão em níveis de risco e atenção

A iniciativa é do Instituto Unibanco e o Geledés – Instituto da Mulher Negra, e para concorrer ao prêmio, a prática de equidade no enfrentamento à evasão escolar precisa contemplar recortes de raça e gênero. Também é necessário se encaixar numa das categorias abaixo:

1) Gestão educacional (para secretarias municipais e estaduais de Educação e diretorias regionais de ensino): monitoramento de indicadores educacionais; orientação e acompanhamento das escolas; metodologias de busca ativa;

2) Gestão escolar (para escolas): monitoramentos da evasão escolar; estratégia de busca ativa; comunicação com as famílias; acompanhamento de estudantes;

3) Estudantes: ações de comunicação entre pares; ações de acolhimento de estudantes evadidos.

Reconhecimento

Serão premiadas ao menos duas iniciativas de cada uma das três categorias acima. Na categoria Gestão Educacional, o prêmio será uma certificação de Secretaria Promotora de Equidade Racial. No caso das escolas, um kit multimídia com projetor, computador, tela, caixa de som e microfone. Já os estudantes premiados receberão um kit rádio escolar.

Leia: Brasil ganha Olimpíada de Restauração de Ecossistemas voltada a alunos do fundamental

Além da premiação, todas as iniciativas que correspondem aos objetivos do edital serão incluídas em um Banco de Boas Práticas de Equidade no Enfrentamento à Evasão Escolar, que será publicado na área de Educação do Portal Geledés, dando crédito e reconhecimento às organizações que implementaram as propostas.

A ideia do prêmio surgiu após os resultados do estudo A educação de meninas negras em contexto de pandemia: o aprofundamento das desigualdades, focada na rede pública do município de São Paulo. O documento, que apresentou os impactos do isolamento social e do afastamento da escola na vida de estudantes do ensino infantil, fundamental e médio, com recorte de raça/cor e gênero, mostrou a urgência de se destacar iniciativas exitosas que combatam problemas de evasão e abandono escolar.

Para Tiago Borba, gerente de planejamento e articulação institucional do Instituto Unibanco, é importantíssimo dar visibilidade a projetos que visam enfrentar um dos principais problemas da educação nacional e que foi agravado pela pandemia.

“O prêmio é uma iniciativa que visa inspirar e valorizar experiências na educação em prol da equidade, considerando sobretudo as implicações da covid-19. O enfrentamento à evasão escolar é um importante caminho para garantir a permanência e a aprendizagem de todos os estudantes”, explica Tiago Barbosa.

Inscrições

As inscrições devem ser realizadas até 7 de março de 2022 pelo link: https://pt.surveymonkey.com/r/R66CNXY

Mais detalhes podem ser obtidos no edital do prêmio, disponível em: https://bit.ly/35OEDNH

Leia também:

Crianças refugiadas: longe da pátria e longe da escola

Envie um comentário

Your email address will not be published.