/* Altera a margem superior apenas nessa página */

NOTÍCIA

Gestão

Democracia se aprende na escola

Professora da USP reflete sobre as relações de poder no cotidiano escolar tendo como foco os gestores e gestoras

Publicado em 03/07/2024

por Edimilson Cardial

As experiências de gestão democrática na educação, por meio da instalação de conselhos escolares, entidades de representação estudantil, eleição de diretoras e diretores de escolas e criação de conselhos municipais são abordadas no livro recém-lançado Gestão da educação (ed. Contexto), de Iracema Santos do Nascimento, cujo subtítulo traduz mais efetivamente o que é essa obra de 154 páginas: a coordenação do trabalho coletivo na escola. 

A autora é docente na Faculdade de Educação na USP, na graduação e pósgraduação, na qual coordena a área de pesquisa Estado, Sociedade e Educação. A preocupação em listar as iniciativas levadas nas escolas é uma excelente referência para os estudantes de pedagogia e licenciaturas em geral, para quem Iracema escreveu esse livro. Ousaria dizer que se trata de uma obra da maior importância, porque ao cabo da leitura a conclusão é certeira: a atuação de diversos grupos da sociedade por décadas colocou em prática a democracia na escola. 

—–

Leia também

O impacto da gestão democrática na construção de uma comunidade educadora

Quais os caminhos para enfrentar o racismo nas escolas?

—–

A professora, que também é membra do conselho editorial desta publicação, pede atenção aos estudantes de pedagogia e licenciatura sobre a discussão da utilidade de algumas disciplinas do curso. Didática, Iracema alerta “a todas as pessoas que estão ingressando na aventura do ofício docente que essas disciplinas tratam de um componente fundamental e incontornável do cotidiano da escola: as relações de poder. Trata-se de um elemento que integra o que se convencionou chamar de ‘currículo oculto’, ou seja, aquilo que está presente e ativo, mas não explícito”. 

No prefácio, Iracema Nascimento lembra que embora o foco do livro seja a gestão escolar, essa sempre se associa à política educacional porque não é possível tratar de gestão sem falar de política.  

democracia

Lançado este ano pela editora Contexto, livro faz parte da coleção Educação na Universidade (Foto: divulgação)

O livro tem nove capítulos, um dos quais a conclusão. Fala da direção escolar, cargo que remonta à passagem das chamadas escolas de primeiras letras para os denominados grupos escolares, no período do Brasil imperial (1822-1889). Outro capítulo fala da compreensão da gestão como um trabalho primordialmente coletivo, salientando que todos os adultos que trabalham na escola são educadores. E que na escola não se aprende apenas conteúdos, mas se forma o ser humano integral. Está escrito de forma a proporcionar uma leitura rápida e gratificante. 

—–

Leia também

“Sem os professores não teremos futuro”, alerta Angela Davis em passagem ao Brasil

Bernardete Gatti: Não podemos confundir educação com ensino

—–

Outro ponto fundamental do livro trata do projeto político-pedagógico, no qual ela se debruça com detalhes, dada a importância no universo da escola. Gestão financeira e educação de qualidade e avaliação fecham o volume. Num resumo, o livro acentua a importância de que “a escola é o local mais propício para o exercício da democracia, isto é, para seu aprendizado prático, por meio de vivências cotidianas que envolvem embates, disputas, divergências e conflitos na busca de soluções para os problemas e questões que são de todas as pessoas da comunidade escolar e do território”. 

O livro faz parte da coleção Educação na Universidade, da editora Contexto, e integra a área gestão da educação. As outras áreas da coleção são: currículo, educação especial, educação infantil, filosofia da educação, políticas educacionais e psicologia educacional.  

—–

Revista Educação: referência há 28 anos em reportagens jornalísticas e artigos exclusivos para profissionais da educação básica

—–

Escute nosso podcast:

Autor

Edimilson Cardial


Leia Gestão

5 Emergência Botos (02-10) - Miguel Monteiro (3)

Mudanças climáticas: agir na comunidade, entrando pela escola

+ Mais Informações
cyberbullying

Como as escolas podem lidar com o cyberbullying

+ Mais Informações
democracia

Democracia se aprende na escola

+ Mais Informações
fundação bracell

MEC e Unesco discutem caminhos para a educação infantil

+ Mais Informações

Mapa do Site