Projeto pedagógico protagoniza crianças por meio de suas histórias

Proposta pedagógica realizada em meio à pandemia ressignificou a educação infantil e trouxe protagonismo às famílias de Arcoverde, PE

Os projetos pedagógicos são ótimos auxiliares do processo de ensino e aprendizagem, principalmente para a educação infantil. Alunos em fase de alfabetização e letramento precisam de estímulos para além da sala de aula. Neste período remoto, isso ficou ainda mais evidente, afinal, sem inovação, o rendimento escolar tende a cair.

Um projeto pedagógico ajuda a escola a:

  • Motivar os alunos a aprender
  • Inovar em sala de aula
  • Quebrar a rotina escolar
  • Gerar desafios
  • Envolver toda a comunidade escolar

A criança deve ser estimulada, para que ela seja protagonista do seu processo educacional. Ou seja, o professor é um mediador do conhecimento e, com projetos pedagógicos que incentivam o desenvolvimento do aluno de forma autônoma, em casa e na escola, isso é possível.

Leia: Formação docente faz a diferença

Foi por esses e outros motivos que a Escola da Fundação Terra, uma organização não governamental brasileira criada como intuito de prestar ajuda às pessoas que vivem no local denominado “Rua do Lixo”, localizado em Arcoverde, PE, aderiu ao Projeto SuperAutor.

“Um protagonismo muito além das quatro paredes da escola seria um protagonismo para o mundo, para pessoas que não conhecem essas crianças lerem essas crianças”, diz a professora Andrea Zirania.

projeto pedagógico

Foto: divulgação

Como o projeto pedagógico agregou valor à escola?

Além de ajudar a ressignificar a educação remota, o projeto melhorou o desenvolvimento do letramento e trouxe as famílias para perto do processo educacional. As crianças escreveram e ilustraram seus próprios livros autorais e os pais puderam participar escrevendo a biografia do autor com seus filhos.

O projeto proporcionou transformação e acolhimento e virou matéria na TV LW, canal online local. Assista ao vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=-p7SYK_sFHE

Já imaginou seus alunos escrevendo livros e potencializando o processo de letramento? Incrível, não é mesmo? O resultado do projeto é visto no Super Evento de Autógrafos, realizado pela escola para que os alunos possam autografar os livros e receber o carinho e o prestígio da família.

Leia: A janela periférica que multiplica os olhares

Mas como o projeto pedagógico pode ser realizado no modelo híbrido?

Algumas escolas já retornaram e outras estão em via de retornar suas atividades com um rodízio de alunos e funcionários. Sendo assim, parte dos alunos estarão em sala de aula e os outros, em casa. Por isso, o projeto SuperAutor poderá ser adaptado para as duas situações, ajudando professores e pais nesta missão de transformar crianças em SuperAutores.

Além disso, é importante ressaltar que o projeto exercita a leitura e a escrita dos alunos, ajudando a escola no processo de alfabetização das crianças e inserindo os pais nesse processo, já que irão acompanhar de perto o projeto dos filhos.

Como o professor pode desenvolver o projeto de forma eficaz?

As etapas de construção do livro podem ser desenvolvidas de acordo com a dinâmica do professor em sala de aula, podendo dividir as tarefas em atividades presenciais e, também, como dever de casa. Sendo assim, além do projeto cumprir os prazos de realização, o professor irá manter o desenvolvimento educacional dos alunos por meio das atividades lúdicas e pedagógicas.

  • Na escola: desenvolvimento da história. Ou seja, criação do lugar onde ela acontece, criação dos personagens, pensar no que acontece nesse lugar que levará a história e os personagens adiante, planejamento das páginas etc.
  • Em casa: desenvolvimento de todas as ilustrações conforme o planejamento feito durante o período passado na escola.

Foi assim que a escola Tic Tac realizou o projeto SuperAutor. Os alunos ficaram encantados com a proposta e, os resultados foram incríveis. O coordenador Lucas de Oliveira contou tudo na live realizada no Instagram, em parceria com a SuperAutor. Assista agora!

Leve esta inovação para a sua escola também. Garanta sua vaga no Projeto SuperAutor.

Clique aqui para saber mais.

ensino híbrido SuperAtor

Leia também:

Centro Brasileiro de Pesquisa Aplicada à Primeira Infância é lançado

Pandemia reforça importância da escola

Envie um comentário

Your email address will not be published.