Mais da metade dos brasileiros não sabe reconhecer uma notícia falsa

Já ao englobar a América Latina, com 79%, os peruanos são os que menos sabem identificar uma fake news

No Brasil, 62% da população não sabe reconhecer uma fake news. Já ao englobar a América Latina, cerca de 70% não sabem identificar ou não têm certeza se conseguem diferenciar se uma notícia na internet é falsa ou verdadeira. Os peruanos são os que menos conseguem reconhecer, 79%, seguidos pelos colombianos, 73%, e chilenos, 70%. Argentinos e mexicanos estão um pouco atrás, com 66%, e por último aparecem os brasileiros.

Leia: Por que a discussão sobre fake news deve ser levada para a sala de aula

As informações fazem parte do estudo desenvolvido pela Kaspersky, empresa global de cibersegurança, em parceria com a empresa de pesquisa CORPA e compõem a campanha de conscientização Iceberg Digital, que busca analisar a atual situação da segurança dos internautas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, México e Peru. Ainda sobre a pesquisa, 16% dos entrevistados desconhecem completamente o termo fake news. Mais uma vez os peruanos se destacam, uma vez que 47% alegam não saberem o que a palavra significa. Já o Brasil é o mais familiarizado com o termo, 2% disseram desconhecer a expressão.

Apenas 2% dos latino-americanos consideram as notícias falsas inofensivas. Já quase metade dos brasileiros, 42%, ocasionalmente, questiona o que lê, aparecendo em último neste contexto os peruanos, mais uma vez, em primeiro com 58%. Quem mais compartilha notícias falsas em seus perfis e as comentam sem verificar sua veracidade são os usuários entre 25 e 34 anos; contudo, os que menos praticam são os de 18 a 24 anos.

fake news

Foto: Shutterstock

Leia também:

Em tempos de fake news, prevalece a lacração e o uso matreiro

Competências híbridas: o que são criatividade e pensamento crítico

Envie um comentário

Your email address will not be published.