Grupo SEB compra rede canadense de escolas bilíngues Maple Bear

A empresa brasileira comprou 70% dos direitos. Escola com base no currículo do Canadá está presente em 20 países
0

O brasileiro Grupo SEB, dono de escolas como Concept e Pueri Domus, acaba de fortalecer sua internacionalização ao anunciar a aquisição de 70% da rede canadense de escolas bilíngues Maple Bear. Em 2016, a rede canadense no Brasil foi comprada pelo SEB — pouco depois a parceria se estendeu para a América Latina. Agora, o que muda, é que essa aquisição atinge todos os 20 países em que a empresa está presente, como México, Estados Unidos, China, Índia e Filipinas.

Leia: A expansão das escolas bilíngues no Brasil

Os 30% restantes da empresa canadense ficarão com o fundador da rede, Rodney Briggs, que continuará como presidente e responsável pela parte pedagógica. Vale lembrar que uma escola Maple Bear — cuja aprendizagem é centrada no aluno — nasce do zero, não é possível transformar uma já existente com os padrões da rede. Para obter uma franquia no Brasil, o custo inicial é de cerca de R$ 1, 5 milhões e atinge da educação infantil ao ensino médio.

Atuação

Dos cerca de 40 mil alunos e das quase 400 escolas franquiadas Maple Bear ao redor do mundo que seguem o currículo das escolas canadenses, o Brasil detém a maior concentração, com cerca de 25 mil estudantes representados por pouco mais de 120 escolas. O número expressivo no Brasil se consolidou após a compra pelo SEB, que em três anos mais do que dobrou o crescimento da rede bilíngue.

Leia:Escolas privadas de baixo custo vivem momento de expansão

“O mercado de educação no Brasil é incrível. Classe B e C representam 61,4% da população em idade escolar”, afirma Chaim Zaher, presidente do Grupo SEB. Chaim ainda completa: “Não há como não investir pesado em bilinguismo, pois o aluno de hoje precisa de uma visão global. A Maple Bear vai nos ajudar a cumprir essa missão com rapidez e segurança, para o máximo de pessoas, por meio de uma visão global”.

Ainda segundo o presidente do SEB, a meta para a Maple Bear global é atingir nos próximos cinco anos mais de 300 mil alunos.

escolas bilíngues Grupo SEB

Da esq. para a dir.: Thamila Zaher, diretora executiva do SEB, Chaim Zaher, presidente do SEB e Rodney Briggs, presidente da Maple Bear durante encontro com jornalistas em SP

Leia também:

Livros sobre abstinência sexual estão sendo preparados para as escolas

“Seja em que momento for, o bilinguismo traz inúmeros benefícios”, defende pedagoga

Envie um comentário

Your email address will not be published.