Textos de jovens finalistas da 6ª Olimpíada de Língua Portuguesa viram livro

O lugar onde vivo reúne trabalhos dos finalistas da 6ª edição da Olimpíada
0

“… Da janela de minha casa, vejo lágrimas tristes escorrendo pelo rosto de quem perdeu um ente querido na barragem que se rompeu…”, versa a aluna da EM José Maria Alkmim, Belo Horizonte, MG, Nicole Rodrigues em um trecho de seu poema Da janela de Minas. O texto de Nicole é um dos 135 produzidos pelos finalistas da 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa, realizada em 2019 e que se transformaram em um e-book gratuito.

Leia: Plataforma gratuita para escolas permite a alunos criarem livro autoral

Sob o tema “O lugar onde vivo” — e que leva o nome do livro — estudantes do 5º ano do fundamental ao 3º ano do ensino médio das redes públicas do Brasil escreveram poesias, crônicas, memórias literárias, artigos de opinião e produziram documentários.

língua portuguesa

Foto: Shutterstock

Pequenos grandes autores

A 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa recebeu mais de 40 mil textos e documentários de estudantes de 42.086 escolas e apenas 172 foram para a semifinal, onde participaram de encontros em São Paulo envolvendo passeios culturais, palestras, debates com artistas, escritores e atividades pedagógicas.

Desse total de jovens, 28 venceram e os professores destes alunos também foram reconhecidos com uma imersão pedagógica internacional. A Olimpíada é realizada pelo Itaú Social e pelo Ministério da Educação (MEC), com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) que também orienta os professores a desenvolverem a leitura e a escrita em seus alunos pelo portal Escrevendo o Futuro.

Leia também:

O segredo das escolas públicas cujos alunos apresentam bom desempenho

Conceito “Mentalidades Matemáticas” desfaz mitos com base na neurociência

Envie um comentário

Your email address will not be published.