Ciência aplicada

A maioria (52%) daqueles que cursaram ou estão cursando o ensino médio não tem conhecimentos e habilidades necessárias para resolver problemas ou interpretar informações de natureza científica. Eles possuem um letramento científico rudimentar, de nível 2, segundo o estudo realizado pelo Instituto Abramundo, em parceria com o Instituto Paulo Montenegro, ligado ao Grupo IBOPE, e à ONG Ação Educativa.

O levantamento também mostrou que apenas 4% das pessoas desses grupo podem ser consideradas proficientes em ciências. Há ainda uma fatia considerável, 14%, que se encontra no nível 1, mesmo após passar por, no mínimo, nove anos de estudo. Nesse estágio, os indivíduos não conseguem mobilizar conhecimentos para compreender a realidade e dependem de informações apresentadas de forma explícita (veja mais ao lado).

#R#

Apesar disso, os impactos da escola são positivos. O Indicador de Letramento Científico Abramundo (ILC) mostra que quanto maior a escolaridade completa, maior a proporção de pessoas nos níveis 3 e 4. Contudo, houve concentração de mais de 50% das pessoas nos níveis 3 ou 4 somente a partir do grupo de pessoas com, no mínimo, ensino superior completo.

Esta é a primeira edição do estudo, que neste ano envolveu análises de 2.002 casos representativos da população de 15 a 40 anos, com, no mínimo, quatro anos de estudos, e residentes no Distrito Federal e em nove regiões metropolitanas brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre, Recife, Fortaleza, Salvador, Curitiba e Belém).

Eles foram estimulados a empregar e interpretar conceitos científicos em problemas formulados com situações cotidianas. As perguntas mensuraram o domínio da linguagem (conhecimento sobre as nomeações relativas ao campo das ciências); os saberes práticos (como são colocados em prática os conhecimentos científicos e quais os valores atribuídos a essas práticas); e as visões de mundo (como os conhecimentos científicos pautam a visão de mundo dos entrevistados). A partir das respostas e com base no conjunto de habilidades que cada indivíduo demonstrou ter para responder às questões, foi possível estabelecer os quatro níveis de letramento científico usados como refererência.