Metodologia sociointeracionista para gerar significado

Colégio Inovar Veiga de Almeida inaugura em 2022 sua educação infantil pautada na aprendizagem ativa

Diferentemente das escolas voltadas à primeira infância que faliram por conta da pandemia, o carioca Colégio Inovar Veiga de Almeida cresceu e em 2022 terá sua primeira turma de educação infantil. “Os pais dos alunos cobravam muito a educação infantil no nosso colégio. O plano era abrir antes da pandemia, porém durante tivemos tempo para pensar e estruturar esse nosso projeto. Nossos maiores apoiadores e incentivadores são os pais”, conta a diretora Luinha Magaldi , cuja instituição existe desde 1957.

Leia: Conheça os princípios da pedagogia Waldorf na infância

A metodologia sociointeracionista foi a escolhida pelo Inovar para ser aplicada com os pequenos. Desenvolvido pelo psicólogo Lev Semyonovich Vygotsky, no começo do século 20, o sociointeracionismo prioriza a relação social e cultural do indivíduo com o meio em que está inserido, estimulando uma aprendizagem ativa.

Alunos do Inovar do ensino fundamental (foto: divulgação)

Com liberdade

No Colégio Inovar, os pequenos participarão de atividades físicas, lúdicas, musicais e artísticas – aproveitando toda a área verde que compõe a infraestrutura da instituição -, incluindo oficinas, rodas de leitura, jogos e brincadeiras que incentivam a socialização das crianças e a psicomotricidade, além de estimular o letramento matemático e científico.

A diretora Luinha Magaldi explica o principal motivo para a adoção da metodologia sociointeracionista.

“Nós acreditamos que a aprendizagem precisa ser significativa, a aprendizagem não pode ser apenas um depósito de informações, tem que ser vivenciada pelo aluno, e o sociointeracionismo traz muito isso.”

Aliás, toda a metodologia da instituição se baseia nos quatro pilares da Unesco: aprender a aprender; aprender a fazer; aprender a ser; e aprender a conviver, por isso, 50% das avaliações são por projetos onde o aluno coloca em prática esses pontos, e 50% por avaliação formal, testes e provas – aplicados apenas para o ensino fundamental e médio.

Luinha Magaldi, pedagoga com MBA em gestão em RH e gestão estratégia de serviços (foto: divulgação)

Leia: O papel da escola para além do conteúdo

Professores e a metodologia sociointeracionista

De modo geral, há uma liturgia dentro das salas de aula seguida pelos educadores, porém o método que será usado no ensino infantil pretende tirar totalmente o professor da sua zona de conforto, pontua a diretora. Para a execução desse novo formato de aula é necessário que o professor saiba bem quais são as suas principais habilidades artísticas. 

O corpo docente, juntamente com a diretoria da instituição, passa por uma reunião semanal para desenvolver todo o planejamento, buscando sempre responder as principais questões que possam surgir referente a um determinado viés que será abordado em aula, sempre partindo de uma experiência prática. Os professores também passam por períodos de formação tanto online como presencial.

A grade curricular da educação infantil será desenvolvida por meio de projetos, entre eles a Semana de Arte Moderna. No futuro serão abordados diferentes temas do conteúdo pedagógico pautado por uma literatura.

Desvinculação

Atualmente o Colégio Inovar conta com o ensino fundamental, médio e integral. O infantil será composto pelo pré-1 e 2. No total são 200 alunos matriculados na escola e 40 professores. A saber, o colégio possuía ligação com a Universidade Veiga de Almeida, que vinha de vínculos familiares, porém como a universidade foi vendida para um grupo estadunidense, não há mais essa ligação entre as instituições. 

Leia também

20% das crianças estão em níveis de risco e atenção

Envie um comentário

Your email address will not be published.