Pensamento de Paulo Freire e Edgar Morin em evento online e gratuito. Participe

Centenário desses dois grandes pensadores é destaque do Cel.Lep Talks, em 27 e 28 de setembro. Com seis painéis confirmados, evento conta com certificado

Centenário Freire e Morin: pensamentos convergentes numa relação dialógica com educadores é tema do Cel.Lep Talks, online, gratuito e com certificado. Idealizado pela rede de idiomas que leva o nome do evento e com a curadoria da Educação, será nesta segunda e terça, 27 e 28, das 9h às 12h. Clique aqui para se inscrever.

Disseminador do pensamento complexo, o pensador francês Edgar Morin  completou 100 anos em 8 de julho. Já Paulo Freire, brasileiro com 35 títulos de Doutor Honoris Causa de universidades nacionais e internacionais, se vivo completaria um século em 19 de setembro.

Leia: Educando para a identidade planetária

Clique nas imagens e confira a programação do Cel.Lep Talks

Paulo Freire e Edgar Morin, tecer conhecimentos

Homenagear Freire e Morin e discutir seus pensamentos junto a educadores é buscar um mundo mais harmônico. Para Silvia Fiorese, diretora acadêmica do Cel.Lep, os dois pensadores destacam o quanto somos seres inacabados – inclusive, tamanha relevância de ambos norteiam a prática pedagógica da empresa. Ela explica que a homenagem no Cel.Lep Talks ocorre também “pela necessidade de pensarmos e repensarmos a condição humana, a integração dos saberes”.

Fernando José de Almeida, professor titular de pós-graduação em educação: currículo, na PUC-SP, convidado por nós para atuar na curadoria do evento, acrescenta que no turbilhão de desafios que o planeta vivencia com seus mais de 8 bilhões de pessoas, além dos outros seres vivos, é preciso refletir sobre o que será a felicidade no novo mundo.

“Paulo Freire e Edgar Morin nos ajudam a pensar essa visão para o futuro não só otimista como esperançosa de que possamos fazer um grande pacto de coesão social e de vida”, acredita Almeida.

Inscreva-se gratuitamente clicando aqui.

Leia também

Edgar Morin e os saberes não curriculares

100 anos de Paulo Freire: ler o mundo antes das palavras

De Elis Regina a Drummond: os vários olhares da primavera

Envie um comentário

Your email address will not be published.