Na rede municipal de São Paulo, 78% dos gestores consideram local de trabalho inseguro, mostra pesquisa

Na rede municipal de São Paulo, 78% dos gestores consideram seu local de trabalho inseguro, mostra pesquisa

Crédito: Shutterstock


A percepção de que seu local de trabalho está mais sujeito à violência aumentou entre os gestores da rede municipal de São Paulo. A constatação foi aferida na pesquisa “Retratos da Rede 2017”, conduzida pelo Sindicato dos Especialistas em Educação do Ensino Público Municipal de São Paulo (Sinesp).
Segundo o levantamento, que ouviu 565 gestores municipais, 78% consideram seu local de trabalho inseguro (contra 72,1% no ano anterior). Ausência de vigilância ou policiamento foram apontados por 47,8% dos respondentes, e problemas no entorno escolar por 39,8%.
A pesquisa foi feita no ano de 2016 e traz ainda números relativos à saúde, gestão de pessoas, apoio técnico da secretaria municipal, ambiente físico e equipamentos e capacitação. Sua média ponderada resulta num índice, o Isem, que vai de 0 a 1. Neste ano, ele se manteve em 0,27. Numa escala de 0 a 10, a nota seria 2,7.

Envie um comentário

Your email address will not be published.