/* Altera a margem superior apenas nessa página */

NOTÍCIA

Bett Educar

Pessoas, elemento estratégico da escola

Educador fala de desafios para valorizar e integrar no dia a dia da educação

Publicado em 17/05/2017

por Redação revista Educação

Amaro França, diretor do colégio Sagrado Coração de Maria, fala sobre gestão de pessoas em palestra no evento Bett Educar | Foto: Divulgação

Amaro França, diretor do colégio Sagrado Coração de Maria, fala sobre gestão de pessoas em palestra no evento Bett Educar | Foto: Divulgação

A gestão de pessoas é um dos pilares para o bom funcionamento da escola. Para se tornar uma instituição de ensino de excelência, toda escola precisa investir o máximo possível em capital humano. E isso significa não apenas a construção de um plano de salários e benefícios, mas também de uma identidade institucional clara que dê sentido às relações entre as pessoas no trabalho. Foi esse o tema da palestra “Gestão de Pessoas no Ambiente Escolar”, na Bett Brasil 2017.
O educador Amaro França, diretor do colégio Sagrado Coração de Maria, fez uma reflexão sobre a escola como espaço de relações sociais, do ser e do conviver. “O mundo em que vivemos hoje é o mundo do cansaço, de relações robotizadas e automatizadas”, disse. Com professores trabalhando muitas horas em sala de aula, com pouco tempo para o planejamento e a reflexão sobre o trabalho que realizam, e gestores preocupados demais em lidar com a burocracia, há uma margem estreita para repensar o espaço de cada pessoa na escola. Por falta de planejamento, muitos colégios desperdiçam o potencial de seus estagiários, relegando a eles tarefas menores, sem abrir espaço para que acompanhem a parte pedagógica.
Para Amaro, os desafios da gestão de pessoas na escola espelham desafios da gestão de modo geral, que tem de enfrentar questões como volatilidade, incertezas e complexidade. “O mundo está ficando cada vez mais complexo de gerir”, afirma. Frente a uma realidade social que valoriza o risco, a aventura e a inovação constante, fica difícil conhecer aqueles com quem trabalhamos. Será que conhecendo melhor a vida de um aluno problemático não vale a pena repensar a estratégia de ensino? “Quais os desafios das pessoas em sua vida pessoal, no trabalho e no mundo em geral”, indaga Amaro, sugerindo uma nova forma de olhar para as relações no espaço escolar.
 

Autor

Redação revista Educação


Leia Bett Educar

maria ines miniatura

Bett Educar 2018: presidente do Inep diz que haverá mudanças nas...

+ Mais Informações
claudia costin miniatura

Cláudia Costin fala sobre sua participação na Bett Educar 2018

+ Mais Informações
bett educar

Com robótica e novas tecnologias, empresas apontam novos rumos e...

+ Mais Informações
IMG_0680

Pavilhão Internacional traz as melhores soluções do mundo para o Brasil

+ Mais Informações

Mapa do Site