Pesquisa revela como os jovens escolhem a faculdade

 
shutterstock_425039542
Uma pesquisa realizada com jovens de 19 a 30 anos de todo o Brasil mostrou que a escolha do curso se dá por uma série de fatores, mas a vocação continua sendo o principal deles. Das 3.357 pessoas ouvidas, 31,3% afirmaram que a aptidão foi o aspecto decisivo na eleição da carreira, enquanto 16,4% apontaram o valor da mensalidade como o motivo central.
Um bom salário foi o critério de escolha de 13,8% dos respondentes, enquanto 11,1% optaram pela faculdade mais próxima. Sobre a prática de estágio, a maioria dos entrevistados acumulou a experiência ao longo da vida acadêmica, sendo 52,4% em estágio obrigatório e 28,6% de maneira optativa. Após formados, 53,2% dos profissionais permaneceram atuando em suas áreas de formação, porém, entre os que mudaram de área, 54,4% indicaram a falta de oportunidades.
Quanto à evolução dos salários, foi observado um crescimento de 32,3% na renda nominal. Já a renda real cresceu apenas no Nordeste e no Centro-Oeste, em cerca de 6% a 11%.
Os dados foram levantados pela rede ibero-americana Universia em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA) e a empresa Ensinus Soluções Educacionais Integradas. Metade dos participantes tem idade entre 19 e 30 anos e 60,2% são do sexo feminino. Quanto à fluência em idiomas, 27% possuem inglês e 14,2% espanhol; 50,5% possuem apenas o português. A maioria (71%) advém de universidades privadas, seguido por 26,5% de universidades públicas (federais, estaduais e municipais).

Envie um comentário

Your email address will not be published.