Matemática é tema de debate no 3º Diálogo Brasil-Alemanha

O Centro Alemão de Ciência e Inovação – São Paulo (DWIH-SP) promove pelo terceiro ano consecutivo o Diálogo Brasil-Alemanha de Ciência, Pesquisa e Inovação. Nesta edição, a matemática é o foco principal da programação, que inclui palestras, discussões e publicações. Considerado uma das principais ferramentas de divulgação da pesquisa na Alemanha, o evento acontece nos dias 30 de setembro e 1º de outubro na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, com abertura a cargo do premiado matemático alemão Prof. Dr. Günter M. Ziegler, professor e pesquisador da Freie Universität Berlin.

O Diálogo será dividido em dois painéis distintos. O primeiro, intitulado “Dynamical Phenomena in Complex Networks”, tem como ponto de partida a investigação de fenômenos da natureza, como o clima e o sistema neurológico do ser humano, por meio de sistemas complexos interdisciplinares. Durantes as palestras serão apresentadas pesquisas de um grupo teuto-brasileiro formado por físicos, matemáticos, biólogos, climatologistas e geólogos s e fomentado pela Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).

Já no painel “Equações para uma matemática atraente”, os palestrantes apresentam propostas inovadoras e medidas com o propósito de aumentar o interesse dos alunos pela matemática – um dos maiores desafios para pesquisadores alemães e brasileiros. Os métodos ainda tendem a estimular a formação de jovens e suprir a escassez de mão de obra nas áreas da matemática, informática, ciências naturais e tecnológicas.

Entre os participantes, estão a Profa. Dra. Brigitte Lutz-Westphal, da Freie Universität Berlin; e o Prof. Dr. Jürgen Kurths, da Humboldt-Universität Berlin e do Potsdam Institute for Climate Research. Entre os representantes do Brasil, vale destacar a presença do Dr. Ricardo Karam, que atualmente conta com bolsa de pesquisa na Universität Hamburg; José Antonio Marengo, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE; e de Marcelo Viana da Silva, do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada e Sociedade Brasileira de Matemática.

As inscrições, que devem ser efetuadas através do site da DWIH-SP no endereço http://www.dwih.com.br/, são gratuitas e voltadas para cientistas, professores, estudantes – sobretudo – de pós-graduação, e gestores de ensino, além de profissionais de inovação e representantes de empresas.

Cronograma 3º Diálogo Brasil-Alemanha de Ciência, Pesquisa e Inovação
30 de Setembro
19h30 – Leibniz Lecture
Prof. Dr. Günter M. Ziegler, Freie Universität Berlin/ DFG Collaborative Research
Center “Discretization” Stars, polyhedra, ellipses and soap bubbles: Some stellar
images between geometry and physics.

1º de Outubro
9h30 – Abertura e boas vindas com a presença do cônsul geral da Alemanha em São Paulo, Friedrich Däuble, da Prof. Dr. Helena Nader, presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), e do Dr. Dietrich Halm, representando o Centro Alemão de Ciência e Inovação – São Paulo (DWIH-SP) e a Sociedade Alemã de Amparo à Pesquisa (DFG).

Painel “Dynamical Phenomena in Complex Networks”
Moderador: Prof. Dr. Carlos Eduardo Pereira, Escola de Engenharia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10h00 – Prof. Dr. Jürgen Kurths (Humboldt-Universität Berlin & Potsdam Institute for Climate Research) Are modern concepts of complex systems science useful for earth sciences?
Prof. Dr. Elbert N. Macau (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais- INPE)
Controlling collective behavior

11h00 – Intervalo

11h30 – Prof. Dr. José Antonio Marengo (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais- INPE)
Regional circulation and extreme rainfall of the South American region
Delphine Zemp (Potsdam Institute for Climate Research)
Moisture recycling in South America as a complex network
Christian Schmeltzer (Humboldt-Universität Berlin)
A complex network approach to describe living neuronal cultures

12h30 – Debate com o público

Painel “Equações para uma matemática atraente”
Moderador: Prof. Dr. Günter M. Ziegler, Freie Universität Berlin

14h30 – Palestra Prof. Dr. Ricardo Karam (Universität Hamburg)
Como a Física pode estimular a compreensão da Matemática? Estratégias didáticas
inspiradas em uma rica interação histórica

15h00 – Palestra Profa. Dra. Susanne Prediger (TU Dortmund)
Estimulando o interesse dos alunos pela Matemática – abordagens de ensino e suas
fundamentações empíricas

15h30 – Intervalo

16h00 – Palestra Prof. Dr. Claudio Landim (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA) A Olimpíada Brasileira de Matemática de Escolas Públicas, um projeto
educacional

16h30 – Palestra Profa. Dra. Brigitte Lutz-Westphal (Freie Universität Berlin)
Alunos como “investigadores da Matemática” – aprendizado nas aulas de Matemática
baseado na indagação

17h00 – Palestra Prof. Dr. Marcelo Viana da Silva (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada – IMPA e Sociedade Brasileira de Matemática – SBM) PROFMAT – Uma iniciativa nacional em prol da formação do professor de Matemática

17h30 – Debate com o público

18h00 – Debate Final