NOTÍCIA

Opinião

Um bom professor supera infraestrutura e materiais pedagógicos

Por Beatriz Alquéres*: O dia em que Rafael deu um tapa no rosto da sua professora de inglês, com o único intuito de cumprir um desafio amplamente viralizado nas redes sociais, não foi muito diferente de todos os outros dias do ano em diversas escolas […]

Publicado em 18/10/2023

por Redação revista Educação

Por Beatriz Alquéres*: O dia em que Rafael deu um tapa no rosto da sua professora de inglês, com o único intuito de cumprir um desafio amplamente viralizado nas redes sociais, não foi muito diferente de todos os outros dias do ano em diversas escolas ao redor do Brasil. Infelizmente, episódios de violência contra o professor e a professora são cada vez mais frequentes e não costumam gerar as ações necessárias para que não voltassem a ocorrer.


Leia também

Educadores entre a exaustão e o afastamento

Violência: escola e casa não podem mais ser corpos à parte da sociedade


Como consequência dos complexos desafios diários que enfrentam em sala de aula e na sua relação com os estudantes, professores de todo o mundo têm sofrido prejuízos na sua saúde mental. No Brasil, este cenário é preocupante: segundo estudo da OCDE, o país é o segundo maior em ocorrências de lesão corporal decorrente de violência entre os estudantes e de intimidação ou abuso verbal de professores. Por causa destas dificuldades, e de tantas outras, o professor brasileiro se vê com poucas perspectivas e ferramentas para lidar com esta realidade.

Desenvolvimento socioemocional

Ao mesmo tempo, a importância dos professores para o desenvolvimento e aprendizagem de crianças e jovens tem sido demonstrada em diversas pesquisas e evidências científicas. Estudo do Instituto Ayrton Senna em parceria com a ONG Todos pela Educação já apontava, em 2011, que estudantes que estudam com os melhores professores da rede aprendem 68% a mais do que o aprendizado médio dos demais estudantes durante um ano letivo.

A pesquisa também demonstrou que o professor desempenha papel primordial no desenvolvimento dos estudantes, superando a infraestrutura escolar e materiais pedagógicos oferecidos. O curioso, e que vale destacar, é que indo além da quantidade de títulos e formações recebidas pelo professor, a mesma pesquisa sugere que aspectos socioemocionais — como  entusiasmo, confiança e persistência —  são determinantes para uma boa atuação do educador e aprendizagem dos estudantes.  

professores
Na dimensão socioemocional existem competências fundamentais que devem ser cuidadas
Foto: shutterstock

Além disso, a ciência também afirma que professores com competências socioemocionais mais desenvolvidas contribuem para o estabelecimento de um clima mais propício à aprendizagem em sala de aula e para sua atuação docente. Um clima escolar positivo é caracterizado por níveis baixos de conflito e comportamentos desrespeitosos, resiliência emocional e foco na tarefa, parte do que é necessário para que situações como as descritas no início deste texto não se repitam. Após a pandemia, o cenário socioemocional nas escolas ficou ainda mais desafiador para professores e estudantes. Para fortalecer e orientar o trabalho com os professores na dimensão socioemocional existem competências fundamentais que devem ser cuidadas. 

A autorregulação das emoções, por exemplo, é a capacidade dos professores em lidar com suas próprias emoções, regulando sua ansiedade e demonstrando entusiasmo pelas atividades. Já a inventividade, envolve ter interesse por aprender e também em expressar sua criatividade ao inovar em suas práticas pedagógicas. Essas competências, entre outras, podem ser desenvolvidas pelo professor de forma individual ou coletivamente, sendo indispensável que ele seja estimulado e encontre as oportunidades para tal.

O fortalecimento destas habilidades também pode atuar como fator de proteção e ajudar os professores a lidarem melhor com as demandas do trabalho, suas emoções e relacionamentos, além de reduzir o estresse. Também pode ser útil em situações de ainda maior complexidade, e que exigem diferentes abordagens, como quando enfrentam depressão e síndrome de burnout. 

Leia também

Aprendizagem socioemocional, fundamental para a vida do professor


Plataforma digital para os educadores

Devido à sua longa atuação com professores de todo o Brasil, o Instituto Ayrton Senna pesquisa as competências técnicas e socioemocionais fundamentais para os educadores, promovendo formações alinhadas com boas práticas em sala de aula. Para levar este conhecimento a ainda mais educadores, o instituto criou a Humane, uma plataforma digital aberta dedicada a apoiar os profissionais da educação, as redes de ensino e os professores, que podem acessar uma variedade de conteúdos relacionados ao desenvolvimento socioemocional. 

Para garantir que nossos professores tenham acesso às melhores e mais significativas oportunidades de aprimoramento, é fundamental que haja um senso de urgência e prioridade na implementação de políticas voltadas para a melhoria da carreira docente. Isso inclui, especialmente, iniciativas que promovam a saúde mental e ofereçam apoio ao desenvolvimento socioemocional dos professores em todo o Brasil. O bem-estar dos educadores, a aprendizagem dos estudantes e a redução dos níveis de violência escolar dependem deste investimento. 

À medida que caminhamos para um futuro de alta volatilidade, é preciso lembrar que a educação não é apenas um meio para atingir metas acadêmicas, mas uma jornada que envolve o crescimento humano e fortalecimento das relações. Nossos professores merecem investimentos, respeito e todo o nosso amor e cuidado. Afinal, a educação é a chave para estimular todo o potencial humano e construir um mundo de oportunidades, mais compassivo e promissor para todos. Parabéns aos nossos mestres.

*Beatriz Alquéres é gerente-executiva de advocacy do Instituto Ayrton Senna 

Leia também:

Dia dos Professores na internet: 2023 tem três vezes menos menções que 2021 e 2019

Mozart Ramos e Instituto Ayrton Senna serão homenageados no Prêmio Top Educação 2023

Autor

Redação revista Educação


Leia Opinião

Instituto Ayrton Senna

Transformar a realidade do país por meio da educação

+ Mais Informações
CE - Comissão de Educação, Cultura e Esporte

Educação, alvo estratégico da ultradireita na Câmara dos Deputados

+ Mais Informações
Novo Ensino Médio

Perigo. Uma granada foi colocada no bolso do Novo Ensino Médio

+ Mais Informações
entidades-regulamentação-ead

Entidades pedem que EAD seja regulamentado

+ Mais Informações

Mapa do Site