Formação Aprender em Comunidade tem coordenação de José Pacheco

Curso online visa refletir o papel do educador na sociedade sob um olhar coletivo. Inscrições até amanhã, 10, com primeiro encontro virtual marcado para 22 de fevereiro

A 3ª edição da formação Aprender em Comunidade está com inscrições abertas até amanhã, 10 de fevereiro. De forma online, o objetivo é fazer uma transição do paradigma da instrução para o da aprendizagem e comunicação. É voltada a educadores e demais pessoas que sentem a necessidade de transformar a educação e tem início em 22 de fevereiro.

A formação é organizada pela EcoHabitare Consultoria e Projetos Educacionais e conta com a coordenação do educador e idealizador da Escola da Ponte, em Portugal, José Pacheco, e da educadora ambiental e especialista em arquitetura escolar, Cláudia Passos.

Leia: José Pacheco e as comunidades de aprendizagem

José Pacheco aprender em comunidade

Foto: Envato Elements

Mão na massa

Para os coordenadores, educar é um ato coletivo e com vontade e união é possível tecer novas construções sociais de aprendizagem.

O curso, aliás, é composto por tutorias semanais e disponibiliza uma extensa biblioteca de apoio. Iniciar a transição entre o modelo tradicional para um modelo inovador; Gestão democrática; Círculo de Vizinhança (educação no território); Currículo tridimensional (pessoal, comunitário e da consciência planetária) Avaliação formativa, contínua e sistemática são alguns dos temas que serão abordados no Aprender em Comunidade.

Reconfigurar

Indagada sobre que transição de paradigma é esse proposto na formação, Cláudia Passos explica:

“Estamos transitando de um estágio de desenvolvimento da humanidade para outro. O paradigma da instrução serviu até um determinado momento. Daqui para a frente não faz sentido viver em um paradigma instrucionista. Toda informação está disponível. Ele não cabe mais nesse momento de mundo. Não pode mais ser o centro”.

Passos enfatiza que o paradigma da instrução se origina com a Revolução Industrial para satisfazer a necessidade capitalista daquela época. “Ele dita. Já o da aprendizagem e comunicação são dinâmicos.”

Leia: Entenda o que é uma educação antirracista e como construí-la

Aprendizagem é relação, é compartilhamento ao escutar e falar com o outro. E a comunicação ajuda nesse processo ao ampliar uma informação, fazer chegar a muitas pessoas e criar redes, acredita a educadora ambiental.

Detalhes

Os valores do curso variam de R$ 1600,00 a R$ 2400,00.

Para mais informações: https://ecohabitare.com.br/aprender-em-comunidade-2/.

Para se inscrever: https://ecohabitare.com.br/inscricao-formacao/.

Leia também:

David Buckingham: por uma pedagogia das mídias

Aplicativo gratuito para autodesenvolvimento docente

Envie um comentário

Your email address will not be published.